QUASE AURORA

E-mail

HOME       SOBRE       CONTATO

5 COISAS IMPORTANTES QUE APRENDI NO MINIMALISMO

imagem


Faz um tempinho que a categoria sobre minimalismo não é atualizada e isso se deve ao fato de que estou um pouco distante desse estilo de vida. Como vocês bem sabem, não gosto de me rotular como algo porque quando você faz isso, está dizendo que abraça todas as coisas daquele movimento, as coisas boas e ruins.

Já vi muitas pessoas ditando regras sobre o minimalismo. O que você pode ou não pode fazer, como deve ser ou deixar de ser seu estilo, sua casa e por aí vai... Eu sei que quando as pessoas pensam em minimalismo automaticamente vem uma estética clean, cores neutras, materiais frios e nada de estampas ou cores fortes. Mas >EU< acredito que o estilo de vida minimalista não precisa de regras e muito menos se prender a essas coisas.

Acredito que a mensagem do minimalismo é que você pode viver mais e melhor com menos. Fim! E hoje, quero compartilhar com vocês as cinco coisas que considero mais importante e que aprendi ao longo desses dois anos pesquisando e estudando um pouco sobre.

Encontrar propósito. Tempos atrás compartilhei aqui que já fui uma pessoa consumista e hoje em dia, absolutamente tudo que compro precisa ter um propósito, precisa ser funcional e precisa ser algo que realmente tenho necessidade. Além disso, o minimalismo me ajudou a encontrar propósito em outras coisas na vida, coisas que eu me identifico e acredito e quero entender melhor.

Bens materiais não é sucesso. Muita gente acredita que trocar de celular todo ano, ter o carro mais caro ou uma casa gigantesca e fazer viagens internacionais todo ano é sinônimo de sucesso, mas eu não acredito nisso e foi o minimalismo que reforçou essa minha crença. Para mim, sucesso é algo que você constrói e ninguém pode roubar, como por exemplo: seus valores, sua educação, sua elegância, o legado que você constrói e deixa quando morre. Não são bens que podem ser roubados e destruídos. Sucesso é ser feliz e viver plenamente com o que você tem, independente de ter um milhão de reais na conta bancária.

Minimalismo é sobre autoconhecimento. Já vi muitas pessoas se descobrirem, por exemplo, vegetarianas após se encontrarem no estilo de vida minimalista. Elas encontraram um propósito ou uma causa e é isso que ele provoca em nós, a redescoberta. Hoje eu sei muito bem o que faz ou não faz sentido na minha vida, sei o que quero, me descobri um pessoa diferente e estou trabalhando para ser melhor a cada dia. Minimalismo é muito mais que uma casa com poucos móveis ou um armário capsula, é sobre você se conhecer de forma cada vez mais profunda.

Preservar o que faz bem. Muitas pessoas começam pelo destralhe e acham que precisam jogar fora absolutamente tudo, mas não penso assim. Por exemplo, na minha vida não faz sentido livro digital, eu não gosto, logo, não deixarei de investir na compra de livros físicos e não jogarei fora os que tenho. Se algo que você possui tem um peso sentimental, traz uma lembrança boa e significativa, porque descartar? Devemos ficar com o que nos faz bem e felizes! E isso se aplica não só aos materiais, mas aos sentimentos também. Guardar sentimentos ruins afeta nossa saúde mental e física, precisamos nos desintoxicar e colocar para fora aquilo que nos incomoda.

Todo excesso esconde uma falta. Sabe aquela pessoa que está sempre namorando, emendando um relacionamento atrás do outro sem parar para respirar ou pensar os motivos da relação não ter dado certo? Talvez ela tenha um buraco emocional que é resultado da falta de amor parental ou até mesmo de amor próprio; e ela sem saber como tratar ou nem sabe que isso é um problema, usa os relacionamentos para tampar aquele buraco, mas nada tem o tamanho certo.

Conheço umas pessoas que hoje vivem financeiramente bem, mas há alguns anos vivia tão precariamente que hoje eles tem tanto medo de voltarem a pobreza que compram de maneira exagerada. A quantidade de produtos e roupas que não são usados é absurdo! E isso é um problema que precisa ser tratado! Meu pai sempre me disse que tudo que é demais sobra e essa é uma grande verdade. As pessoas escondem seus medos e faltas com o excesso e não buscam se tratar da forma correta.

O minimalismo me ensinou a olhar para minha vida com mais atenção e cuidado para não cair em armadilhas e você não precisa ser minimalista para entender essas coisas, precisa apenas ser mais consciente com o que você consome no geral e buscar sempre tratar os problemas, medos e ansiedades.

Vamos conversar mais nos comentários? Te espero!





#100EM1: DOIS LUGARES PARA COMER

Achei que não conheceria absolutamente nada novo em 2020, mas aconteceu. Nesse final de semana fui comer em dois lugares perto de casa. O Reserva Garden é um restaurante novo por aqui e lindo demais! Mas o que ele tem de lindo, tem de caro e como diz meu pai, muitas vezes nós pagamos não pela comida em si, mas pelo conforto e luxo do lugar e o Reserva é tipo isso.

Gostei bastante do atendimento, desde o segurança que fica na porta até os garçons. A decoração do lugar é impecável e a louça que eles usam é bem diferenciada, é um tipo de louça para cada cliente/pedido. No vlog que liberei ontem dá pra ver no momento em que o garçom serve meu chá.





4 TENDÊNCIAS DE BELEZA PRI/VER 2020

Estamos deixando o inverno e caminhando para a primavera, uma estação gostosa e repleta de alegria! Sei que ainda estamos passando por um período difícil, afinal, a pandemia de covid-19 ainda não acabou, mas quero olhar para os dias futuros com esperança e trazer leveza para o blog. O objetivo do Quase Aurora sempre foi compartilhar as bonitezas da vida e por mais que o cenário não seja o mais favorável, eu estava com saudade de falar sobre outras coisas além das reflexões.

E hoje eu estava atualizando minha playlist chamada brunch enquanto olhava algumas imagens no Pinterest para fazer algumas fotos, foi aí que surgiu a ideia desse post!  

As tendências de moda primavera-verão 2020 estão, ao meu ver, muito legais! Não sou o tipo de pessoa que segue tendências. Se gosto de algo, vou usar até enjoar ou não fazer mais sentido pra mim, quer ainda seja tendência ou não, mas hoje quero compartilhar com vocês algumas tendências na beleza - já que faz teeeempo que não atualizo essa categoria por aqui.

Começando pelos penteados, tem um acessório que vejo em lojas de bijus e departamento, até mesmo em lojas de grifes de acessórios: scrunchies. Quer dar um up no rabo de cavalo? Investe nelas e vai com tudo!

Búzios e conchas não são muito minha vibe, mas estão chegando com tudo! Me transmitem a sensação de sol, mar e calor. Uma pessoa que usa demais acessórios com búzios é a Thassia Naves, por isso escolhi imagens dela!

Lenços são os meus queridinhos e até fiz um post sobre, é só você clicar aqui para ter 3 ideias de penteados com eles. Caso vá aderir, opte por lenços de seda que são mais frescos e ótimos para os dias de calor.

Pele natural e iluminada é a tendência de maquiagem, confesso que acho lindo, mas não faz muito meu estilo, principalmente agora que estou adorando fazer makes coloridas! Porém, em dias de muito calor, não tem coisa que incomode mais do que o famoso reboco, não é verdade? 

Agora me conta, qual dessas tendências de beleza você vai aderir?





900 REAIS E UM CORAÇÃO INGRATO

imagem

É muito fácil nosso coração se tornar ingrato. É muito fácil reclamarmos da vida e acharmos motivos para murmurarmos.

Sejamos sinceros, quando você tem muitos problemas, é um desafio conseguir olhar para o lado bom da vida e desenvolver a gratidão. Você esquece de ver os pequenos privilégios que possui, como ter água encanada, por exemplo, e passa a olhar para o quão infeliz e miserável sua vida é.

Não estou dizendo que seu sofrimento é invalidado por conta dos seus privilégios, pelo contrário, mas não vou entrar profundamente nesse assunto porque rende muito pano pra manga. Estou dizendo que quando nosso coração é ingrato, ele não vê absolutamente nada além daquele minúsculo ponto preto na imensa folha em branco.

Essa semana eu precisei pagar uma conta que não era minha, mas que indiretamente me afetava. O problema precisava ser resolvido e eu tinha a solução. Desembolsei 900 reais sem pensar muito, mas sabendo que eu teria aquele dinheiro de volta (em prestações, mas teria).

Enquanto o boleto era gerado e a pessoa me encaminhava, eu me arrumava para ir ao banco e só conseguia pensar na quantidade de dinheiro que estava saindo do meu bolso e que por conta disso meus planos teriam que ser um pouco adiados. Ainda nessa semana eu iria comprar uma passagem de avião para passar férias com meus amigos em 2021, mas por conta dessa despesa, a compra precisou se adiada.

Indo para o banco eu só conseguia pensar nisso. Eu não conseguia olhar para o privilégio que era ter 900 reais para pagar uma conta enquanto várias pessoas estão desempregadas e atoladas de dívidas. Aquele dinheiro iria/faz falta? Claro que sim, mas a ausência dele não me faria passar fome, frio ou alguma dificuldade.

Eu não conseguia olhar para o retorno do dinheiro e muito menos para uma porta que havia sido aberta dias antes. Meu coração estava totalmente ingrato quando deveria estar alegre porque os problemas seriam resolvidos, a passagem será comprada no próximo mês assim como os outros planos serão concretizados nos próximos meses.

Deus faz tanta coisas por nós que muitas vezes não percebemos ou não paramos para agradecer. Acontecem tantas coisas alegres que não damos importância por consideramos pequenas e insignificantes! Nosso coração consegue ser ingrato tantas e tantas vezes...

Quando cai em mim e no quão ridícula eu estava sendo, comecei a orar e pedir perdão a Deus. Meu coração precisava e precisa ser grato. Em tudo o Senhor tem me sustando e tem guardado minha família. Me apegar em algo assim não me levará à outro lugar a não ser um poço de frieza, incredulidade e amargura.

E eu escrevo isso não apenas para desabar, mas para lhe alertar a cuidar do seu coração e não andar nos caminhos da ingratidão.





Acompanhe