Quase Aurora | as bonitezas da vida: Admirá-la já me é suficiente

Admirá-la já me é suficiente


Ela não é um mulherão, mas tem um corpo lindo. Cada curva dela me deixa fascinado e eu amo vê-la andar. É como se seus pés não flutuassem, caminhando sem pressa, olhando para o chão revelando sua insegurança. Ela não sabe o efeito que me provoca.

Ela tem a pele dourada e macia. Sou viciado em tocá-la, abraça-la, em sentir o cheiro do perfume que usa. Ela me hipnotiza e nem percebe o quanto me deixa louco.

Se ela soubesse o poder que tem e nem precisa de esforço... Eu mataria para acordar ao seu lado todos os dias, para ouvir sua respiração todas as noites enquanto dorme. Eu daria tudo para que ela fosse completamente minha.

Ela é menina e ao mesmo tempo mulher. Ela é teimosa e luta pelo que acredita. Ela fica tímida com coisas bobas e não consegue esconder o sorriso. Ela é uma mistura de doce e amargo e isso me deixa intrigado, querendo me envolver para desvendar seus mistérios.

É cheia de segredos e desconfianças, tem a alma pura e um coração enorme. Chora quando sente vontade e não se importa com quem está ao redor. Tem vergonha da sua risada escandalosa e se desvia da maioria das minhas perguntas.

Gostaria de entendê-la melhor, mas admirá-la já me é suficiente.




Postar um comentário

Obrigada por comentar ❤