QUASE AURORA: Ausência

Ausência


Gosto de me ausentar. Algumas pessoas compreendem essa necessidade, outras acham desnecessária. Alguns notam meu sumiço, outros não percebem e nenhum dos dois me afeta. Sumo quer as pessoas gostem ou não, quer elas sintam minha falta ou não. Preciso sumir, ter um momento só e isso me faz muito bem.

A ausência é como uma dança que não precisa de parceiro, uma dança que só eu conheço os passos e a melodia da música. Os outros não precisam vê-la, não precisam conhecer os passos, não precisam saber qual é a música, apenas eu e isso basta.

A ausência é o momento em que me redescubro. Coloco ordem no caos dos meus sentimentos, analiso quem está ao meu lado, quais os caminhos que devo percorrer, quais os planos que devo jogar fora. É o momento em que aprendo comigo mesma e me olho por um novo ângulo.

Surpreende-se quem acha que esses momentos de estar só são raros, não mesmo. Eles são constantes em minha vida e podem durar dias e até meses. Consigo não sentir falta de alguns, de algumas coisas, da vida corrida lá fora, consigo porque aproveito o momento de me conhecer, de me namorar, de aproveitar minha própria companhia.

E quando volto para dançar com ajuda de um parceiro, coloco em prática os novos passos que meu novo eu ensinou. Lido melhor com as pessoas, os problemas, com a vida.

Não há o menor problema em se ausentar, em sumir por uns tempos, mas deixo um conselho muito importante: cuidado para que esse momento não se torne depressão. Sei que são coisas bastante distintas, mas escute o conselho de quem já passou por esse caminho, não teste demais os seus limites.

Lembre-se: estar só não significa ser sozinho, assim como estar cercado de pessoas não significa estar acompanhado. A solidão é o ato de se sentir só e pode resultar de diversos fatores, a solitude é o equilíbrio de estar consigo e com o outro. Se quiser entender um pouco melhor sobre, clique aqui.




4 comentários:

  1. Olá. Achei que apenas eu nesse mundo gostava de me ausentar. As vezes eu me ausento sem sequer notar e quando vou ver, estou ausente a tempo demais. Uma vez uns amigos meu perguntaram se eu estava viajando pelo simples fato de eu ter parado de aparecer a uns três messes. Eu fiquei tipo: "gente fala sério, não foi muito tempo assim.." Mas a verdade é que foi.

    Achei muito bom o seu ponto de vista sobre se ausentar e por ter ressaltado a parte da depressão que em muitos casos vem a aparecer.

    Um ótimo texto!
    Www.memorizeis.tk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKK, se ausentar te disso: fazer com que percamos a noção do tempo!
      Obrigada! Um beijo enorme ❤

      Excluir
  2. Eu acho importante esse momento de ficar sozinha, de se permitir olhar para dentro, de curtir a própria companhia. A gente vive numa sociedade muito dependente da aprovação do outro, de vez em quando é bom lembrar que a nossa aprovação é a mais importante de todas. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim! Nossa própria aprovação dever ser a única e a mais importante!
      Beijo enorme ❤

      Excluir

Obrigada por comentar ❤