Quase Aurora | as bonitezas da vida: PESADO

PESADO

foto

Tento andar com pressa, mas logo me canso.
Tento andar devagar, mas o tempo me cobra.

Tento pensar no futuro, mas não quero pensar.
Tento não pensar, mas me cobro em pensar.

Tento me encontrar, mas amo me perder.
Tento saber quem quero ser, onde quero chegar.

Tento encontrar os caminhos a percorrer,
mas prefiro continuar no que estou e ver onde dará.

O peso das cobranças me derruba.
O peso que crio não consigo não criar.

O peso da maturidade,
da responsabilidade, da vida
são insuportáveis demais.

Ainda não descobri uma maneira certa de levar,
de caminhar,
de pensar,
de me descobrir.

Continuo na incerteza do peso procurando a leveza da vida.




Postar um comentário

Obrigada por comentar ❤