QUASE AURORA: 5 COISAS QUE APRENDI COM O MINIMALISMO

5 COISAS QUE APRENDI COM O MINIMALISMO



Como já comentei com vocês em outro post, faz um tempo que venho aderindo um estilo de vida mais simples e como isso tem me ajudado bastante. Depois do post do desafio, senti que deveria compartilhar com vocês 5 coisas que tenho aprendido ao longo dessa jornada.

Priorizar
De coisas a pessoas, algo é mais importante do que tudo e a primeira coisa que eu aprendi foi a priorizar o que realmente é importante pra mim e a me livrar do que não é, do que só acumula e não faz sentido. O minimalismo é isso, a conquista do que verdadeiramente agrega valor na sua vida.

Ordem
Eu sempre fui uma pessoa meio bagunceira no meu espaço pessoal e sempre dizia que na minha bagunça eu encontrava tudo, mas essa é a maior mentira que podemos contar para nós mesmos. A desordem tem um impacto negativo muito forte no nosso estresse, por isso é importante manter a ordem no ambiente em que se vive.

Cuidar da mente
Já falei aqui outras vezes sobre saúde mental e é um assunto que gosto de abordar porque é muito importante! Sempre digo que uma mente em ordem reflete na ordem do corpo e da vida e o minimalismo aborda isso também. Sua mente merece tanto cuidado e atenção quanto outras áreas e locais da sua vida.

Desligar as notificações
No desafio 7 dias minimalista falei pra vocês tirarem um dia para ficarem offline e fazerem uma limpeza nos aplicativos inutilizáveis. Durante meu período de pesquisa vi em vários lugares pessoas falando dos benefícios de desativar as notificações das redes sociais e do celular e isso funciona! Você passa menos tempo olhando o aparelho e mais tempo olhando a vida.

Consumir informações de forma moderada
Eu poderia muito bem usar a desculpa “sou jornalista, preciso estar conectada e informada”, mas na realidade eu só acumulava assinaturas. Houve uma época em que assinávamos mais de 5 revistas e dois jornais e não conseguíamos consumir tudo, então o jeito foi cancelar todas. Hoje eu consumo informações de forma mais moderada, assino só um jornal, compro uma revista de moda a cada três meses e cancelei todas as assinaturas desnecessárias – e isso inclui não só as de informação, mas de lojas também.

O mais interessante no estilo de vida minimalista, ou mais simples, ou como você preferir, é que ele te faz perceber detalhes pequenos que passavam quase despercebidos e tinham um efeito enorme no dia a dia. E como se descobre isso? Pesquisando, lendo e assistindo sobre o assunto e principalmente mudando hábitos!

Se você participou do desafio 7 dias minimalista, me conta nos comentários como foi e caso não, corre lá no post e participe! Me conta também o que achou desse post, OK?!




6 comentários:

  1. Olá
    Eu já participei de um desafio de minimalismo e me ensinou que devemos buscar o equilíbrio em tudo o que fazemos. Não precisa ter 10 peças de roupa no armário, mas também não precisa ter cinquenta calças jeans. Foi importante pra mim participar do desafio e tirar essas lições.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ótimo Lary! É exatamente isso: equilíbrio!
      Beijo enorme ❤️

      Excluir
  2. Nossa, decidi tb adotar o minimalismo e comecei a ficar chata rs me irrito com muitas coisas, mas quando a gente desapega da uma sensação boa, uma leveza, até respirei melhor.
    Sobre revistas so compro desde sempre se tivesse uma materia interessante. Recentemente doei duas pilhas enoooormes aqui em casa.
    Bjo grande flooor

    http://cariocadointerior.com.br/index.php/2018/02/07/minha-vida-naotao-perfeita-sophie-kinsella/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma sensação gostosa se livrar da pilha né? Kkkk
      Beijo enorme ❤️

      Excluir
  3. Aderi ao minimalismo e é realmente desafiante. Vai muito além das roupas e tal. É um detox da alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada dia um desafio e aprendizado novo e assim nos tornamos melhores!
      Beijo enorme ❤️

      Excluir

Obrigada por comentar ❤