QUASE AURORA : MUDANÇAS

E-mail

HOME       SOBRE       CONTATO

MUDANÇAS

fonte

Logo eu, que nunca fui muito fã de vermelho, me vi observando a roupa do manequim, um vermelho vivo, cor de sangue. Quem diria que esse dia chegaria? O dia em que me vi quase aberta para acrescentar uma cor vibrante ao meu guarda-roupa monótono e com pouca vida.

A gente cresce, né? Tem quem crescer. E muda quase todos os dias. Muda o estilo musical, o corte de cabelo, as ideias e opiniões, as cores das paredes da casa, o emprego, a faculdade, o bichinho de estimação... A gente muda, evolui e algumas vezes retrocede sem perceber. Algumas vezes queremos o futuro logo, tipo pra ontem e outras vezes deixamos a nostalgia tomar conta e só desejamos voltar no tempo, reviver o passado, pra fazer tudo exatamente igual ou completamente diferente.


Quem diria que a menina consumista seria mais consciente e na maior parte do tempo controlada? Claro que ainda é uma luta constante e difícil, mas ela permanece lá lutando consigo mesma. Quem diria que eu manteria um blog por dois anos mesmo aos trancos e barrancos ao invés de jogar tudo para o alto? Quem diria que eu falaria sobre Movimento Feminista no TCC, que eu me formaria em Jornalismo na Paraíba e não em Minas Gerais, que eu iria para Argentina, que trabalharia em jornal impresso, que reprovaria na prova prática do Detran, que doaria livros, que só pintaria as unhas de preto e o cabelo de rosa, que desistiria de um banheiro para fazer dele um closet, que pararia de postar todos os dias no Instagram? Quem diria que eu faria e deixaria de fazer muitas coisas?

Cá estou, depois de tantas mudanças, exausta da rotina, da falta de tempo, sofrendo sem criatividade ou inspiração para escrever, ansiando desesperadamente por mais uma mudança na minha vida. Louca para fazer uma viagem, mudar de casa, mudar o cabelo, conhecer novas pessoas e deletar algumas outras, buscando incansavelmente meu propósito em todas as coisas que faço.

Cá estou lidando com o próximo ano que virá e vem voando, trazendo o peso de uma responsabilidade maior, o peso de uma sensação de independência maior, e de que agora é a hora de mudar, mas se decidir com firmeza pra dizer “é isso e não volto atrás”.

Nunca pensei que diria isso, logo eu que sempre quis estabilidade em meio ao caos de tantas inconstâncias, mas eu preciso de mudanças, de entrar no carrinho de uma montanha-russa bem louca, sentir o frio na barriga e todas as coisas loucas. Mudanças pequenas ou grandes, mas mudanças que tenham significado.




6 comentários:

  1. Conheço bem esse sentimento Karina. Tem horas que parece que o que a gente mais precisa é de uma ~ ou várias ~ mudanças significativas na vida. Dar uma sacudida na rotina, né? Mudar para não ficar parada no tempo. Boa sorte nessa fase boa de mudanças, que todas elas sejam para MELHOR. <3

    ResponderExcluir
  2. Amém pras mudanças! Amém pra ser alguém diferente de quem você era ontem! As coisas mudam sim e tudo é muito assustador, mas mudar é crescer e vice versa. Tomara que venham muitas cores mais no seu guarda-roupa, e que você experimente muitas coisas novas. A vida tem muito a oferecer. <3

    ResponderExcluir
  3. Eu amo mudanças! Parece que dá uma nova esperança e uma nova porta se abre, qualquer coisa se torna possível

    Com amor, ♥ Bruna Morgan

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar. Responderei o mais rápido possível. ❤

Acompanhe