QUASE AURORA : COMPREI, NÃO USO E AGORA?

E-mail

HOME       SOBRE       CONTATO

COMPREI, NÃO USO E AGORA?

Eu tinha (e infelizmente talvez ainda tenho) o mal de querer gastar dinheiro quando estou ansiosa ou extremamente feliz com coisas que não uso, nunca usei e sei que nunca irei usar. Quando conheci o estilo de vida minimalista fui adotando algumas coisas, mas após um tempo e justamente em um período de felicidade extrema, comecei a comprar coisas que nunca usei na vida só para me satisfazer naquele momento.

O tempo passou e me perguntei: Será que posso me considerar uma pessoa minimalista depois desses episódios?

Eu não acredito que essa é uma mudança que acontece de uma vez, é gradativo e que a gente pode "cair" algumas vezes, mas o importante é tentar não se deixar levar sempre. Talvez você seja adepto desse estilo de vida e tenha uma opinião diferente e tá tudo bem, cada um com seu pensamento e eu me permito pensar assim porque me cobrar por uma vida minimalista perfeita não faz sentido, ainda mais quando estou no começo da jornada.


Sou uma pessoa extremamente visual, então é muito, mas muito difícil ver algo que acho bonito e não comprar, como por exemplo, pincéis de maquiagem fofinhos. Eu sei que dificilmente uso pincéis e que a maioria deles não sei usar, mas como são bonitinhos, vou lá e compro. Depois me sinto culpada e começo a me julgar.

Agora que comprei e não uso, o que me resta? Vender ou aprender a usar. Ponto.

A grande questão que venho enfrentando é: Realmente preciso disso? Realmente vou usar? E não vou mentir, dói ser sincera comigo mesma e não comprar algo, mas é um alívio saber que não gastei dinheiro com o que não preciso e não fará falta!

Foi buscando uma vida mais leve e sem excessos que me identifiquei e passei a aderir o minimalismo (que me levou a repensar muitas coisas), então acho muito importante reconhecer quando se erra, quando se cai e procurar seguir adiante. Se eu sou ou deixei de ser uma pessoa minimalista, ainda não sei, não tenho nem um ano nessa jornada.

Minha única certeza é que a gente erra para aprender a não repetir os mesmos erros, ou ao menos tentar.
| Querida leitora, estou viajando sem meu notebook, por isso esse post teve que ser programado, mas não se preocupe que seu comentário será respondido em breve! 😉




7 comentários:

  1. eu também compro objetos demais. e objetos de organização demais, achando que isso vai me ajudar a praticar o minimalismo mas é justamente o contrário! estou há anos colocando na minha cabeça que vou descartar coisas, mas nunca consigo. espero começar aos pouquinhos, em breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aos poucos a gente chega lá!
      Beijo enorme ❤️

      Excluir
  2. Também compro muita coisa desnecessária, só pelo visual ou porque essa indústria da publicidade me convence de que preciso de certas coisas. ultimamente eu ano bem austera, pensado mais antes de comprar. Gostaria muito de vender as coisas que não uso :(

    www.blogflorescer.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já pensou em fazer uma conta no enjoei? Da uma olhada no site deles.
      Beijo enorme ❤️

      Excluir
    2. Já pensei sim! vamos ver se compensa, né... Bjs

      Excluir
  3. É uma tentação mesmo Karina. Vivemos num mundo MUITO visual e fica difícil resistir a esse tanto de coisas lindas que são criadas todos os dias. Mas eu também sempre tento me fazer essa pergunta antes de comprar: vou REALMENTE usar isso ou só estou comprando porque é bonito? Beijo, beijo :*

    ResponderExcluir
  4. Também fico muito tentada à comprar coisas bonitinhas, mas me seguro ao máximo. A única coisa que não penso muito é sobre comida, eu gasto mais em comida do que em roupa, decoração etc auhua

    Com amor, ♥ Bruna Morgan

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar. Responderei o mais rápido possível. ❤

Acompanhe