QUASE AURORA : #100EM1: ACAMPAMENTO NO BREAK

E-mail

HOME       SOBRE       CONTATO

#100EM1: ACAMPAMENTO NO BREAK


Tem mais ou menos seis ou sete anos que não vou à acampamento de carnaval e estava nos meus planos não estar presente esse ano, mas após conversar com meu pastor, resolvi ir. E foram dias incríveis!

Resolvi colocar esse post no projeto, porque apesar de já ter ido a acampamentos, essa foi minha primeira vez no retiro da minha atual igreja e no Hotel Fazenda Paraíso dos Colíbris, porém, devido a minha imersão em tudo que estava acontecendo e as atividades do acamp, quase não peguei no celular e não tenho uma única foto do local - exceto as do ministério de mídias.


Quero fazer um breve resumo de como foi e as palavras surreal e intenso definem. Saímos na sexta-feira à noite e voltamos na terça-feira de manhã. Todos os dias eram assim: acordar – café da manhã – devocional – culto – almoço – atividade – culto – atividade. Não tivemos muito tempo de descanso, então vocês podem imaginar o quão acabada estou.


No meu quarto tinham dezoito meninas (contando comigo) para dividir dois banheiros, mas deu certo! Nossa convivência também foi maravilhosa e nunca pensei que fosse gostar tanto de estar com cada uma. Não houve desentendimentos, apenas aprendizados e comunhão. Ficarei com muita saudade de cada uma.

Tivemos quatro noites de jantar temático: anos 2000, pool party, havana e jantar de gala. Confesso que não me empenhei muito nos looks, dei meu melhor na arrumação. Outra coisa que rolava por lá eram os bilhetinhos do amor e no último jantar, você chamava alguém para ser seu par (no meu caso, mesmo com convite preferi ir só).


Queria poder explicar em detalhes cada brincadeira e o quanto a última dinâmica mexeu com nosso espírito e mente. Foi algo profundo! Mas em resumo de tudo, saibam que nós corremos muito, subimos e descemos a ponte váaarias vezes, nos jogamos no lago e na piscina (tanto a noite quanto de dia), nos jogamos na grama, fugimos de fantasmas e caçamos pistas, andamos vendados e meu time perdeu todas as provas, mas nos divertimos horrores.


Quando a quarta-feira chegou eu tive plena certeza de que a Karina que não ia a acampamentos de carnaval há anos sentiria muitas saudades daquele. Chorei tanto que vocês não fazem ideia! Meu coração foi rasgado, meu espírito confrontado e minha alma consolada.


O nome do acampamento foi No Break e é o mesmo nome que demos para o novo tempo que a juventude da igreja tem vivido. Na penúltima pregação, o pastor que ministraria no dia, Rômulo,  falou sobre nossa corrida (vida cristã) e sobre o cansaço que iremos sentir ao longo do caminho, mas que não devemos olhar para os lados e sim olhar para o final do percurso. Isso foi algo que me tocou láaaa no profundo e que reflete em muitas coisas na minha vida. É tempo de continuar avançando, não é hora de parar!




Postar um comentário

Obrigada por comentar. Responderei o mais rápido possível. ❤

Acompanhe