QUASE AURORA : A SAGA DO DESODORANTE CONTINUA

E-mail

HOME       SOBRE       CONTATO

A SAGA DO DESODORANTE CONTINUA

O último post que fiz sobre o assunto foi em novembro de 2020, mas se você não é leitora das antigas, talvez esteja perdida no role, por isso te incentivo a ler o post que fiz sobre minha experiência com desodorante natural.

Depois daquele post, voltei a usar desodorante tradicional, mesmo sabendo que essa não era a melhor escolha a ser feita, já que eu queria algo mais natural no meu corpo e também estava disposta a aceitar o suor. As vezes você cansa de lutar e precisa aceitar a derrota e eu aceitei que vou suar muito e é isso.

Até desisti da ideia de aplicar botox nas axilas. Percebi que eu queria fazer isso por medo do que as pessoas iriam pensar ao me ver suando, não seria algo 100% pra mim. E se tem uma coisa que eu não quero é me prender as amarras das opiniões alheias! É natural suar, então vou deixar meu corpo trabalhar dessa forma, a única coisa que eu quero fazer é aprender a escolher melhor o tecido das minhas roupas porque isso influência bastante!

Mas bora falar do desodorante.

Durante anos vi minha mãe usando talco no lugar do desodorante e depois que vi um vídeo no reels de uma moça falando os prós de usar, pensei que seria uma boa.

Comprei o da Granado, cheirinho bom e precisa ser reaplicado 3 a 5 vezes por dia e aí que tá o problema! Quem lembra de aplicar desodorante tantas vezes assim? No máximo, quando eu lembrava, aplicava duas vezes e talvez seja por isso que achei que não estava dando tão certo assim... 

Acabei descobrindo, quando mãe estava internada no hospital, que o talco não é muito bom, principalmente em pessoas com caso de câncer (como era o dela) e aí me bateu aquela dúvida se devo ou continuar usando pelo menos até acabar - o que está longe de acontecer já que talco rende muito!

Comecei então a pensar em outras formas, como criar meu próprio desodorante natural ou testar outras marcas. Até que um dia estava caminhando pelo supermercado e vi o antitranspirante em barra da Nivea. Ele tem toque seco, é sem álcool e possui proteção antibacteriana, mas apesar de ser 48h de proteção, adivinha? Eu continuo suando kkkkkk

Cheguei a conclusão que devo ter algum problema de sudorese e planejo ir ao médico para investigar. O que me deixa meio na dúvida de que eu não tenho esse problema é que meu suor não é excessivo e não acontece o tempo todo, as vezes é só em dia de muito calor. Então assim... não sei muito bem o que achar. As vezes penso que meu corpo que já se acostumou com essas fórmulas e ligou o "dane-se".

Até o momento estou feliz com as escolhas que fiz, afinal, elas fazem parte do processo de conhecer meu corpo, o que está funcionando ou não com ele e por aí vai... O único ponto negativo que me incomoda muito com os dois produtos é que depois de 2/3 dias de uso eles fazem uma camada na minha axila e eu preciso fazer exfoliação para remover por completo o produto - isso é algo que me deixa preocupada. Já o lado positivo, minhas axilas estão cada vez mais claras.

Se algo mudar, atualizo aqui, mas se você tiver sugestão de desodorante pode deixar nos comentários!





Postar um comentário

Obrigada por comentar. Responderei o mais rápido possível. ❤

Acompanhe