QUASE AURORA

E-mail

HOME       SOBRE       CONTATO

LINKS MARAVILHOSOS #38

Minha nossa, quanto tempo faz que não rola esse tipo de postagem por aqui? Parece até que anos se passaram desde o último e acreditem, esse post está nos rascunhos há semanas! Credo kkkkkk.

Toda segunda-feira rola um post semelhante a esse nos stories do Quase Aurora, mas é com os achados daquela rede e são conteúdos rápidos, já aqui é para quem gosta de parar um tempinho para ler ou ouvir com calma.

Trouxe apenas 5 links, mas espero que gostem.

imagem

↷ Talvez eu seja só um escrevinhador

Aprendendo LIBRAS - a língua de sinais brasileira | vídeo

 Journaling – escrita para o autoconhecimento

O que eu aprendi vivendo mais de 400 dias iguais

Afinal, eu me arrumo pra quem? | podcast





#100EM1: SANTA GRELHA

Já tinha, sei lá... mil anos que eu não sabia o que era sair para jantar. Até que depois de muitos meses, eu e uma amiga conseguimos marcar nosso encontro. Não estava nos meus planos registrar o jantar para fazer um post, mas no meio da entrada lembrei do projeto 100 lugares em um ano e corri pra registrar (de forma muito meia boca) o que estávamos comendo.

 ↺ Recapitulando... O projeto #100Em1 foi criado pela Claudia e consiste em conhecer cem lugares dentro de um ano. Você pode ler mais sobre as regras clicando aqui, mas como infelizmente a pandemia começou quando dei start no projeto, resolvi levá-lo adiante mesmo já tendo passado os 365 dias. E nesse período eu conheci alguns lugares legais e novos, mas não comentei nada aqui, prometo falar em breve!



↻ Voltando para o jantar... Antes de entrarmos no restaurante pedimos para dar uma olhada no cardápio e fomos informadas de que o Paraíba Restaurant Week ainda estava acontecendo. Eu não fazia ideia do que era e muito menos os restaurantes que faziam parte, mas basicamente era um cardápio com entrada, prato principal e sobremesa por R$ 59,90 + R$ 1,00 para a ONG Milagre Sertão. 

Você tinha duas opções de entrada e sobremesa e três opção para o prato principal. Cada um era de um país diferente.

Enquanto eu pedi um pastel de vento com cupim desfiado (Brasil), minha amiga optou pela brusqueta de queijos brasileiros (Itália) e assim, dividimos as entradas para provarmos ambas opções (por isso a brusqueta estava na metade, já estávamos comendo kkkkk).

Minha escolha do prato principal foi Peixe do dia (que eu não lembro qual era) com pesto rústico e caneloni de abobrinha, cogumelo e tomate (Itália), enquanto minha amiga foi com Chorizo com pasta de cebola tostada e lâminas crocantes, acompanhada de purê de três batatas (Brasil).

Não gosto de abobrinha, muito menos de cogumelo, mas estava querendo provar algo diferente. Foi zero arrependimento. A comida estava tão divina que não tinha gosto algum de abobrinha, mas foi uma pena eu não ter conseguido comer tudo porque meu estômago é minúsculo para comer demais e ainda tinha a sobremesa...

Que pra mim foi Crema Catalana (Espanha) e minha amiga Queijadas com chantilly de canela (Portugal). Estava DIVINO! Todo o jantar foi maravilhoso, o ambiente era acolhedor e estava vazio, o atendimento espetacular! Definitivamente é um lugar que quero voltar novamente para provar pratos do cardápio tradicional (que você pode conferir aqui).



Ah, algo que não tirei foto foi das bebidas. Escolhi uma soda italiana de gramberry e outra coisa que também não lembro. 

A conta foi dividida entre nós duas e uma coisa que achei interessante é que eles já nos trouxeram os 10% também dividido! O total ficou em R$ 84,49 e foi um dinheiro muito bem gasto. 

Como o restaurante fica dentro do shopping, optei por ficarmos no espaço interno, já que ainda não me sinto confortável em comer dentro do shopping. Chegamos lá por volta das 19h, então o restaurante estava vazio, apenas nós duas e dois casais totalmente afastados e isso me deixou tranquila, principalmente também porque ele tem um espaço enorme e mesmo que todas as mesas estivessem ocupadas, você fica bem distante das pessoas. Só começou a encher quando estávamos pagando a conta.

Foi uma saída rápida e deliciosa! 





CABELO CURTINHO: O QUE TEM DE DIFERENTE?

Faz um tempinho que eu queria dar uma atualizada nesse assunto de cuidados com meu cabelo. O último post foi em agosto de 2020. Quase um ano! E de lá pra cá eu mudei o cabelo várias vezes, o bichinho foi um verdadeiro guerreiro aguentando tanta química.

No final do ano passado resolvi platinar o cabelo, depois joguei uma cor escura por cima e em janeiro platinei mais uma vez para viajar. Como eu não sabia se queria ou não continuar com o platinado, fui deixando a raiz crescer até que resolvi jogar um loiro mais escuro por cima. 

Vocês já podem imaginar que não deu muito certo, então esperei sete dias passarem e pintei novamente (na mesma cor para acertar) e mais uma vez não ficou legal, apesar dos meus pais falarem que sim... O jeito de aliviar a tensão foi cortar e o cabelereiro não fez o corte como pedi. Foi erro atrás de erro e muito choro, mas atualmente estou satisfeita de como está a cor, o corte e a textura dos fios.

Sempre faço uma "revelação" em vídeo no meu Instagram. Acho mais divertido do que somente postar uma foto. E quando fiz (infelizmente não conseguir adicionar aqui), foi depois de chorar de muita raiva porque não era o corte que eu queria, mas como minha linguagem do amor é palavras de afirmação, eu precisava de uns biscoitos para me motivar, confesso kkkkkk. 

Nem sempre consigo deixar o cabelo com esse efeito na franja, principalmente agora que ele está maior. Meu cabelo cresce muito rápido e esse foi um dos motivos de ter ficado mais tranquila quando olhei no espelho e não vi o corte que tinha pedido, mas ainda bem que o motivo maior da minha frustração ficava atrás e eu esquecia.

Mas agora vamos falar dos produtos e cuidados!





6 DICAS DE DECORAÇÃO PARA SALA E QUARTO

Um dos meus prazeres é assistir vídeos de tour e até mesmo venda de casas. O motivo? Poder apreciar a decoração de cada lar. Desde criança sou apaixonada por decoração e a mensagem que podemos transmitir através dos móveis que escolhemos e os elementos que compõe o ambiente.

A SALA é o primeiro ambiente que conhecemos (caso a pessoa more em apartamento ou não possua um jardim na entrada da casa). Ela transmite a essências das pessoas que moram ali, além de ser um convite para se sentar e compartilhar a vida, por isso, acho mais do que justo decorar esse ambiente com um pouco mais de atenção.

E a primeira dica é escolher uma cor para ser a base. Ela pode estar na parede ou no sofá e após ser escolhida, lembre-se que os resto dos móveis e elementos devem ornar com a cor de base.

A segunda dica é definir a função daquele ambiente. Será uma sala para a família assistir televisão ou receber visitas e conversar? Isso vai influenciar muito na escolha dos móveis que irão compor o ambiente, até mesmo no modelo do sofá. Você também precisa pensar na circulação do ambiente e no tamanho dele para escolher os móveis adequados.

A terceira regra é a minha filosofia de vida: menos é mais! Lotar o ambiente de elementos de decoração e móveis deixa os olhos cansados. Escolha os móveis com sabedoria e se quiser seguir meu conselho, opte por um sofá de destaque, uma poltrona de acompanhamento e uma bela mesa de centro (ou bar)!

poltrona // sofá // carrinho

O segundo ambiente, que na minha opinião, merece nossa segunda atenção é o QUARTO. É nele que nós descansamos para um novo dia e por isso pensar com atenção também é importante!





Acompanhe